Rio de Janeiro, cidade da felicidade

— capital do samba & da poesia —

Cairo de Assis Trindade

rio de janeiro
Arpoador, Rio de Janeiro.

Do alto do céu, nas nuvens, vislumbro o Corcovado, as montanhas, a baía e a floresta  o mistério e a magia do Rio, de janeiro a dezembro. (Vislumbro e me deslumbro.)

Ao chegar, minha alma canta em tom maior e eu vejo o mar, as aves e ilhas — as maravilhas da cidade. (Todas me arrebatam.)

Ao sair do avião, o ar da terra me invade — o ar dor da raça, o ar da praia, o ar da graça.

E, ao pisar o chão do coração do país, meu peito arde e eu sinto, lá dentro, pulsões e frenesis. Me movo com certa solenidade, como se estivesse penetrando no paraíso — um plano de fantasia, pleno de prazer e liberdade.

Peço licença a São Sebastião, a todos os orixás e aos cariocas todos — uma gente mais que linda, um povo quase feliz — e penetro túneis e atravesso sóis. Em êxtase e volúpia, passo pelos Arcos, passeio pelo seio da Cidade. Cinelândia, 40º, a vida explode. E, de repente, me vejo entre os Jardins do Flamengo. Ah, que lindo! A ansiada Enseada de Botafogo, com o Pão de Açúcar ao fundo — uma viagem dentro do cenário, numa tela de cinema, de um sonho vivo e real. Dá vontade de gritar tanta beleza. (Eu quase choro.)

Tudo brilha e pulsa e dança de felicidade. Então, Copacabana surge soberana, se exibe sensual, abre as ondas e me envolve. (Avassaladoramente.)

Me entrego à excitação das águas, me jogo… e, possuído por Iemanjá, enfeitiçado, eu gozo.

Conheça nosso Curso de Escrita. Participe de nossa próxima Antologia.

Mais informações sobre o Rio de Janeiro no Wikipedia.

Bob Dylan cairo tirndade cairo trindade Chico Buarque conto curso de escrita curso de texto dicas de cairo trindade escrita escrita criativa literatura literatura brasileira oficina de literatura oficina de texto poema poesia Prêmio Camões Prêmio Nobel texto texto literário

One Reply to “Rio de Janeiro, cidade da felicidade”

Comentários estão fechados.